quinta-feira, 4 de abril de 2013

OS 10 ESPORTES MAIS ESTRANHOS DO MUNDO

10 - Campeonato Mundial de Pedra, papel e tesoura

Em décimo lugar um jogo bastante conhecido, muito popular entre as crianças e que poucos sabem que é sim um esporte com federação, a World Rock Paper Scissors Society, e com um campeonato mundial. Pedra-papel-tesoura ou jokenpô, como também é conhecido, tem sua origem no Japão e conta com um torneio mundial anual, que ocorre em Toronto (Canadá), e é televisionado pela FOX SPORTS nos Estados Unidos com uma premiação muito alta. Agora pense na próxima vez que disserem que você não pratica esportes e só bebe. Diga a essa pessoa que você joga jokenpô, um esporte muito respeitado!
                               

9 - Mergulho na lama

Não, você não leu errado o nome do esporte, é isso mesmo, os participantes mergulham numa vala (valeta) e nadam, sem as técnicas convencionais de natação, o mais rápido possível. Os competidores utilizam equipamentos de mergulho como pé de pato, óculos entre outros. Há um campeonato mundial realizado no Reino Unido, mais especificamente no País de Gales. Fico imaginando: deve ser fácil entrar na vala, mas... e sair? Parece até areia movediça.
                                

8 - Passada de ferro extrema

O que posso dizer da nossa oitava posição?  
Imagina a cena, o marido chega em casa e a mulher olha pra ele e diz:
- Querido, está ficando entediada,  fico o dia todo em casa não faço nada além de passar roupas.
E o marido:
- Tenho uma ideia, o que acha de irmos ao topo de uma montanha pra você passar roupa?

Sério, só pode ter acontecido isso pra existir um esporte desse (me desculpem meninas, não pude controlar). Realmente é difícil de pensar, porque passar roupas não é uma tarefa fácil e nem legal de fazer. Na verdade é muito chata. Talvez o criador desse esporte pensou em tentar deixar essa tarefa mais alegre e teve essa ideia “brilhante” de misturar esportes radicais com ferro de passar roupas.

O esporte surgiu em 1997, na Inglaterra. No que consiste? Passar roupas nos locais mais malucos possíveis, como por exemplo uma caverna, no fundo do mar, andando de bicicleta. Passar roupas é muito monótono e cansativo, mas assim talvez fique mais emocionante.

                  
                   
7 - Pólo com elefantes

Esse curioso esporte que envolve o pólo e elefantes é muito praticado pelo mundo, principalmente na Tailândia. Como funciona os esporte? As regras são as mesmas do pólo convencional, mas ao invés de cavalos são utilizados elefantes. Surgiu por volta do século XX por ingleses que viviam na Índia. Hoje há um campeonato mundial disputado na Tailândia e a renda obtida com patrocínio e público é voltada à proteção dos elefantes. Outro esporte parecido é o Pólo com cabras.

                               

6 - Carregamento de esposas

É um esporte que consiste em carregar a esposa por um pouco mais de 250 metros, com obstáculos, e chegar no menor tempo possível ao final da prova. O esporte surgiu na Finlândia e o campeonato mundial começou a ser realizado em 1997. Os atuais campeões são Taisto Miettinen e Kristiina Haapanen. O casal ganhou seu tetracampeonato em 2012. O prêmio é dado de acordo com a massa corporal da mulher, só que em litros de cerveja. Animaram?

                                   
5 - Homem contra cavalo

Abrindo o Top 5, temos um esporte muito desigual. Uma maratona de um homem contra um homem montado num cavalo. A competição ocorre no País de Gales e o percurso é de aproximadamente 14 km, com inclinações íngremes e vários obstáculos. A premiação é muito boa para o vencedor, mas vencer de um cavalo não deve ser nada fácil.
                                                 


4 - Hóquei subaquático

É uma mistura de hóquei e natação. Um jogo coletivo como outro qualquer, com federação internacional, regras como dimensões oficias, equipamentos oficiais, número de atletas e reservas. Surgiu na Inglaterra por volta de 1954 e hoje é jogado em vários países da Europa. Realmente, se não fosse tão estranho, poderia até aparecer nas próximas olimpíadas. Menção honrosa para o rugby subaquático.
                                      

3 - Luta livre com óleo

Com a medalha de bronze do Ápice, uma luta de origem turca. Muita parecida com a luta olímpica, ela conta com dois lutadores besuntados em óleo, com uma calça de couro chamada kisbet. O objetivo do jogo é erguer o oponente pelo kibet e deixá-lo de ponta-cabeça durante alguns segundos. Nas regras pode colocar as mãos dentro da calça, mas não pode apertar os testículos, regra que parece ser muito justa. O torneio acontece durante o ano inteiro, mas no início do verão os lutadores se reúnem e fazem o campeonato anual.
                             

2 - Perseguição de queijo

O que dizer do nosso vice-campeão? Um esporte que, além de ser bizarro, causa fraturas em basicamente todos os competidores. Esse esporte de origem britânica atrai participantes do mundo todo. O jogo consiste em tentar alcançar o queijo o mais rápido possível, o queijo é jogado de uma montanha e os competidores precisam correr atrás dele. Quem chegar primeiro até o queijo, ganha. Ossos quebrados é o que mais tem, um prato cheio para as vídeo-cacetadas. O vencedor leva o queijo pra casa.
                                                

1 - Boxe-xadrez

Em primeiríssimo lugar, um esporte que une raciocínio e força física. Boxe-xadrez mistura dois jogos totalmente diferentes. Há uma organização que toma conta do esporte e campeonatos mundiais desde 2003, mesmo ano da primeira luta oficial. As regras consistem em quatro minutos de xadrez e três de boxe, com um minuto de descanso entre eles. São, ao total, onze assaltos, sendo seis no tabuleiro e cinco no ringue. O vencedor será o lutador-enxadrista que nocautear o adversário ou que der um xeque-mate. No mundo, existem 75 lutadores praticantes desse esporte inscritos na associação. Merece o primeiro lugar, não é mesmo?
               

Lista por: Alex Prado

Nenhum comentário:

Postar um comentário